Tudo

Cuidados e Recomendações com Alimentos Contaminados pela Salmonela

Publicidade

A Salmonela é uma infecção alimentar causada por um gênero de bactérias que podem contaminar diversos tipos de alimentos. Essa bactéria prolifera em alimentos mal acondicionados e inadequadamente higienizados, especialmente aqueles com alto teor de umidade e proteína.

Fontes Comuns de Contaminação

Embora a contaminação por Salmonela nos ovos mal cozidos seja bem conhecida, carnes de aves como frango e pato, leite não pasteurizado e seus derivados, água, e frutos do mar também são suscetíveis. A bactéria pode se desenvolver até em sobremesas, dependendo de sua composição.

Publicidade

Modo de Transmissão

A transmissão ocorre pela ingestão de alimentos contaminados com fezes de animais. A Salmonela é frequentemente encontrada em galinhas, porcos, répteis, anfíbios, vacas e até animais domésticos como cães e gatos. Qualquer alimento oriundo desses animais ou em contato com suas fezes pode ser uma via de transmissão. O contato com animais infectados também pode transmitir a bactéria se as mãos não forem lavadas adequadamente depois.

Sintomas e Tratamento

A nutricionista Cristiane Junges explica que a ingestão de alimentos contaminados pode causar dor de cabeça, náuseas, diarreia, dor abdominal, cansaço, calafrios, febre e, às vezes, vômitos. Em casos mais graves, pode ser necessária a administração de antibióticos ou até internação hospitalar. Os sintomas geralmente aparecem entre 6 e 72 horas após a ingestão, durando de 2 a 7 dias.

Prevenção

Para prevenir a contaminação, mantenha bons hábitos de higiene, refrigere adequadamente os alimentos e lave sempre as mãos antes de comer ou preparar alimentos. A hidratação adequada e repouso são recomendados em casos de infecção. É essencial lavar bem verduras, legumes e frutas, mergulhando-os em água com hipoclorito de sódio ou uma colher de chá de água sanitária.

Cuidados com Ovos

Dado o aumento do consumo de ovos devido ao seu valor nutricional, Cristiane lembra que os ovos devem ser refrigerados e cozidos por pelo menos sete minutos antes do consumo. Ovos frescos quase não têm cheiro, a clara é límpida e gelatinosa, e a gema é saliente e firme.

Vigilância Sanitária

A Vigilância Sanitária, representada pela nutricionista Zuraica Amanda de Vargas, inspeciona estabelecimentos de alimentação quanto às condições higiênico-sanitárias e estruturais, conforme a Resolução Anvisa nº 216 de 2004. É crucial manter a higiene dos ambientes de trabalho, especialmente em locais que servem alimentos.

Recomendações

  • Lave as mãos frequentemente, especialmente antes das refeições e do preparo dos alimentos.
  • Evite consumir carnes cruas ou mal passadas.
  • Cozinhe bem carne de frango e galinha.
  • Cozinhe bem os ovos; pratos como maionese caseira que incluem ovos crus são grandes transmissores de Salmonela.
  • Beba leite pasteurizado ou fervido.
  • Lave bem frutas, verduras e legumes, usando água com hipoclorito de sódio.
  • Lave bem os utensílios de cozinha, especialmente após o uso com carnes cruas.

A prevenção e a correta manipulação dos alimentos são essenciais para evitar infecções por Salmonela e garantir a segurança alimentar.

Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo